SAAE realiza obras do Programa de Tratamento de Esgoto de Guarulhos

Acompanhe as intervenções do Programa de Tratamento de Esgoto em cada região:

Cabuçu – No Cabuçu foram implantados, aproximadamente, 7,37 quilômetros de rede (concluídas em 2008), além de três estações elevatórias (concluídas em 2010). Para colocar o sistema em operação, é necessário implantar coletores-tronco e linhas de recalque (3,8 quilômetros) e a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Cabuçu.

Fortaleza – No Fortaleza foram implantados, aproximadamente, 19,46 quilômetros de redes coletoras até o final de 2008. Ainda será construído 1,2 quilômetro de coletor-tronco, que coletará os esgotos das redes para encaminhar à ETE Fortaleza, que será construída.

Cumbica/Pimentas – Para viabilizar a utilização da ETE São Miguel, do Sistema Metropolitano, o Saae já implantou, aproximadamente, 49,18 quilômetros de redes coletoras (ainda serão executados mais 6,5 quilômetros) e 18,84 quilômetros de interceptores, coletores-tronco e linha de recalque.

Várzea do Palácio – Além da ETE, ao todo foram implantados 12,80 quilômetros de rede. Também serão construídos coletores-tronco e interceptor, além da ETE. O início das obras de coletores foi em 10 de agosto de 2009 e até dezembro de 2013 foram executados 7,04 quilômetros. As obras da ETE, que entrou em operação em 30 de junho de 2014, foram iniciadas no dia 29 de maio de 2012. Vale lembrar que a ETE Várzea do Palácio foi concebida de forma a possibilitar, no futuro, a produção de água de reúso para fins industriais também via rede.

São João – Ao todo serão construídos 14 quilômetros de coletores-tronco, cujas obras começaram em julho de 2009. A ETE São João entrou em operação no dia 27 de setembro de 2010. Até agosto de 2014 foram executados 10,90 quilômetros de coletores-tronco e 1 quilômetro de interceptor.

Bonsucesso – Para esse sistema, o Saae autorizou o início da construção da ETE em 22 de julho de 2009 e em dezembro de 2011 a ETE entrou em operação. Serão implantados 6,19 quilômetros de coletores-tronco, interceptor, linha de recalque e uma estação elevatória. O início das obras de coletores foi em 13 de outubro de 2010 e até agosto de 2014 foram executados 2,6 quilômetros de coletores, interceptor e linha de recalque.

Demais áreas da cidade – Além das obras do PAC, o Saae executa com recursos próprios, como ação permanente, intervenções em diversos pontos, para atender os demais bairros da cidade. De 2008 a agosto de 2014 foram executados 149,43 quilômetros de redes coletoras.